O que é um Produto mínimo viável?

24 Escrito por Michel Campillo, dia 24 de Julho, 2016 - Categoria: ERP, Softwares

Trabalhando na área de implantação de software de gestão, recebo contatos de empresas de tecnologia de Curitiba que projetam lançar novas soluções no mercado, e me perguntam: qual é a solução mínima que podemos soltar no mercado para testar a aceitação por potenciais clientes?

Definir o produto mínimo viável (MVP, do inglês Minimum Viable Product) é um aspecto essencial da vida de um novo empreendimento. A metodologia de Lean Startup ajuda bastante nesse sentido. Vamos explicar o conceito analisando as três palavras que compõe a sigla MVP.

O produto deve ser 'mínimo' no sentido de estar pronto para ser entregue ao cliente em pouco tempo, 'viável' para interessar clientes e começar a gerar receita para seu empreendimento, 'produto' incluindo funcionalidades úteis para os usuários do sistema. Se você quizer minimizar custos antes de enfrentar o mercado, tenha cuidado em não entender apenas a palavra 'mínimo'.

Se sua entrega a potenciais clientes apenas envolve funcionalidades básicas criadas em poucos dias, corre o risco de seu produto não ser avaliado corretamente. Lógico ele é apenas um esboço, e você quer mostrar o potencial, não algo já finalizado. Mas a primeira entrega deve ser equilibrada, os prospects devem enxergar o potencial da solução que sua empresa pretende oferecer.

Para não se aventurar e jogar dinheiro fora, é interessante contratar o serviço de um testador de software de gestão que possui visão de negócio. Caso contrário você pode perder tempo em criar uma lista de funcionalidades disponíveis pelas quais o mercado não se interessa.

Produto mínimo viável (MVP), o que é?

Usar o mínimo de recursos no menor tempo possível sempre está ligado à proposição de valor da sua empresa. O primeiro passo é definir bem os potenciais clientes, antes de começar a desenvolver soluções que atendem (ou supostamente atendem) suas necessidades. Partir para o MVP muito cedo pode dar errado, se sua empresa não definiu corretamente quem pode se interessar pela sua solução.

Definir a proposição de valor exige conversar muito com potenciais clientes. Tenho experiência nessa caminhada, ajudando empresas de tecnologia a desenvolver sistemas conformes o feed-back dos potenciais clientes, e logo fazer deles os paying customers que sua empresa precisa.

Minha consultoria é também muito útil na hora de formular hipóteses que serão testadas para definir o que precisam os potenciais clientes. Somente a partir daí se pode prototipar um MVP e contar com minha ajuda para o apresentar para prospects com potencial de interesse na solução e orçamento para comprá-la. Mesmo que ela não for completamente desenvolvida.

Não é fácil trabalhar com MVP, ainda mais quando a empresa que o desenvolveu o enxerga como produto pronto para ser comercializado. Apesar de ser fruto de várias tentativas / erros e uma boa porção de dinheiro gasto nos testes, é comum a empresa descobrir que o MVP não tem espaço no mercado-alvo. Geralmente precisa rever completamente a proposta de valor, e muda-la rapidamente para novamente procurar um produto capaz de implementar essa proposta.

Gostaria de ler mais posts? Clique no blog.

Commentarios

Nenhum comentário
*Nome:
Email:
Quero receber notificação quando houver novos comentários nesta pagina
Oculte meu endereço de email
*Texto:
 
 
Obrigado por comentar!

Diversos

Varejo Fale comigo Empresas Livros BizAgi BPM Modeler

Consultoria

Sua empresa cresceu ultimamente et você não consegue mais controlar os custos? Implemente as metodologias TCM, BPA, CRM e WPM!

Contato

Meu serviço de consultoria em Softwares de Gestão & Processos de Negócio atende as Pequenas e Médias Empresas da Região metropolitana de Curitiba, Paraná.

Telefone: (41) 3015-0705
Celular: (41) 9 9135-3323 VIVO
E-mail: Contato